Crise

Como não parar em momentos de Crise

Para administrar um negócio, precisamos estar preparados para possíveis crises. Gerenciamento de crise, inclusive, é uma matéria essencial para quem se propõe estudar este ramo. Mas acontece que, em momentos que estamos vivendo, ninguém se preparou antes.

Estamos em meio a uma crise pandêmica que obrigou diversas instituições de ensino a fecharem as portas. Isso é de extrema importância para que possamos manter a saúde da população, pois ao final, ela é o mais importante.

Entretanto, em paralelo a isso, deve-se pensar também em como gerenciar essa crise e, para isso, buscar manter empregos, renda fixa, qualidade de vida e alunos engajados em meio a um momento em que mal podemos pisar fora de casa. Assim, nós da Conteúdo EDU dividimos nossas dicas em etapas para que instituições de ensino encarem este momento com positividade.

A DESCOBERTA

Esta é uma etapa que muitos tiveram que encarar. Além do perigo de um vírus, foi preciso analisar todo o quadro de forma estratégica para entender a real situação e como passar por cima.

Neste momento, foi possível analisarmos que diversas instituições passaram por questões como: corte de gastos, suspensões de contratos e aquele verdadeiro medo inicial. E isso é totalmente compreensível. Mas é preciso manter o foco e se lembrar: não se deve cortar aquilo que lhe traz ou mantém clientes.

Foi e é o momento crucial para que instituições se aproximem ainda mais de seus alunos. Invistam em comunicação e busquem cada vez mais métodos de engajamento de forma orgânica. Para isso, é necessário mostrar como ela realmente se importa com o cenário atual, como tem empatia pelos problemas que estamos enfrentando e como está totalmente apta e aberta para auxiliar todos seus alunos e colaboradores. É necessário que, neste momento, a instituição busque fidelizar pais e alunos.

O APRENDIZADO

Concluímos então, que é de vital importância que durante este momento, as instituições continuem investindo em campanhas institucionais e que evidenciem o seu real posicionamento empático para com a atual situação. Pois, em momentos turbulentos, a forma como você se comporta irá refletir em seus resultados pós-crise.

Então, esteja em alerta, busque aprender com seus erros e garantir que eles não se repitam. Estude a concorrência, procure superar seus obstáculos e facilitar a vida de seus alunos, que, em meio à crise pandêmica, já deve estar bem complicada.

A EVOLUÇÃO

Depois do primeiro susto e da construção de pilares para sustentação da marca, é hora da retomada do crescimento. Como aprendemos que tudo é possível, é preciso estarmos preparados, então, mudar o sistema de ensino e de entrega aos alunos é essencial.

Aprendemos também como focar no digital é importante, por isso, continuar investindo em EAD e demais projetos através de plataformas de mídias sociais, pode trazer o engajamento que a instituição tanto precisa para crescer e manter seus alunos.

Inclusive, a presença das Instituições de Ensino Superior em redes sociais é de extrema necessidade. Mas uma coisa é certa: este tipo de “aula virtual” mencionado, não deve ser 100% substituído pelas aulas convencionais/presenciais. Nós da Conteúdo EDU sugerimos que seja aplicada como uma adicional ao ensino.

O FUTURO

A importância do marketing educacional já era evidente, mas o momento de crise só acelerou este processo. Enxergamos também a necessidade de Instituições de Ensino Superior possuírem uma equipe focada nisso. Então, não negligencie a comunicação e invista em meios para que sua instituição esteja cada vez mais à frente. O novo normal está aí e precisamos abraçá-lo.

Clique aqui e acesse nosso blog que fala justamente sobre os motivos para que você deva contratar uma agência de marketing educacional. Gostaria de uma consultoria sobre o assunto? Clique aqui.


Deixe um Comentário

You must be logged in to post a comment.