Marketing de Conteúdo: Como alavancar suas campanhas

Você já sabe que a internet revolucionou a forma como consumimos conteúdos, hoje as pessoas têm acesso a diversas informações e conseguem ficar por dentro de tudo, inclusive sobre a sua IES. Sabendo disso, é importante disponibilizar na internet conteúdos que sirvam como impulsionador de conversões para a sua IES.

É aí que entra o Marketing de Conteúdo: uma estratégia que tem como objetivo engajar o seu potencial aluno por meio de conteúdos relevantes e valiosos. Esse conteúdo não deve ter foco em vendas, mas precisa esclarecer dúvidas, resolver problemas e educar o público conduzindo até a matrícula.

Conteúdos bem contextualizados são os que mais ganham relevância e posicionamento nos resultados de buscadores de  pesquisa. As plataformas como o Google mudam constantemente o seus algoritmos, aumentando a briga pela atenção do consumidor online. Superar as expectativas com conteúdos incríveis é o que pode destacar a sua IES no digital.

Mas então marketing de conteúdo é o mesmo que Inbound Marketing?

Na verdade não, esses são conceitos diferentes e que possuem aplicações diferentes dentro das estratégias de marketing, veja abaixo quais são as diferenças entre eles:

Marketing de Conteúdo: Marketing de Conteúdo é uma estratégia que está dentro do Marketing Digital, seu principal foco é engajar e garantir uma base sólida de audiência. Esses conteúdos ajudam os potenciais alunos a conhecer sua marca e suas soluções de forma profunda. 

Exemplo: suponho que um aluno do ensino médio quer se informar sobre o universo do ensino superior. Em uma pesquisa ele encontra um blog post seu onde explica tudo sobre a vida acadêmica. Esse aluno se encanta e usa o seu blog e para ficar por dentro de tudo sobre a experiência universitária vai consumindo seus conteúdos e compartilhando com  seus colegas. Chegando o momento da escolha da faculdade ele está com sua marca da memória, lembra da experiência vivenciada e se torna um potencial aluno que vai ser atraído pelas estratégias de Inbound Marketing. 

Inbound Marketing: São as estratégias  de atração. Aqui você vai compreender seu público de uma forma que consiga identificar suas necessidades para se aproximar dele oferecendo as soluções que ele necessita. Aqui você faz com o que o cliente perceba um problema e oferece a solução moldando a oferta de acordo com a realidade de cada cliente.

Ou seja:

As duas estratégias podem e devem conviver em conjunto, por exemplo: para atrair o público através do Inbound a produção de conteúdo  é essencial, já que essa é a ferramenta usada para atração. Portanto, o importante é pensar quais são as estratégias e ferramentas que serão usadas e como serão aplicadas de acordo com as necessidades e costumes do seu potencial cliente.

Porque apostar em Marketing de Conteúdo:

Imagine: Existem milhares de IES que estão à disposição do aluno com apenas um clique, sendo assim, se você não marcar presença no digital, sua IES fica escondida para o seu principal público. O volume de buscas por instituições de ensino superior é gigantesca, o principal público das IES estão na internet e é preciso que sua instituição seja encontrada.

Dito isso, para gerar um bom tráfego, seja orgânico ou pago, saiba que é preciso investir em conteúdos que vão destacar a sua instituição das demais em diversos canais, como blog, sites, redes sociais, etc. Para além disso, o Marketing de Conteúdo:

Promove conhecimento:  Como o objetivo não é vendas diretas, os conteúdos têm caráter educativo para tirar dúvidas e resolver um problema do usuário. Assim o potencial aluno é educado sobre suas necessidades e sobre os produtos/serviços que atendem ao que eles precisam.

Atraem visitantes para o seu site: Bons conteúdos te mantêm bem ranqueado nos buscadores de pesquisa como o Google. Quando seu conteúdo resolve as necessidades do seu cliente ele tende a voltar para consumir mais e compartilhar com amigos que estejam precisando da mesma solução.

Mais engajamento em mídias sociais: Quando se tem um conteúdo interessante é fácil criar uma boa audiência e interação com sua marca. Um bom conteúdo tende a ser bastante compartilhado aumentando ainda mais a presença da sua IES nas mídias sociais.

Aumenta a taxa de conversão: Quando se atende às demandas de um público, a tendência é que eles confiem no seu produto/serviço tornando mais fácil o processo de compra. Além disso, existe uma grande tendência desse cliente indicar a página para alguém que compre, ou deixar avaliações positivas para encorajar outros possíveis clientes.

São muitas as vantagens de investir na produção de conteúdos de qualidade, e agora que você já sabe, veja como criar uma estratégia de conteúdo:

Criando uma estratégia de conteúdo 

Engana-se quem pensa que Marketing de Conteúdo é apenas escrever para blogs e redes sociais, esse é só o topo iceberg, abaixo, a sua estrutura envolve muita estratégia, definição de objetivos e metas. Um bom conteúdo precisa ser planejado, então, antes de começar o conteúdo é necessário  escolher os temas, a  linguagem e as palavras-chave.

Ter um bom planejamento é essencial para entender o caminho que sua  estratégia de Marketing de Conteúdo irá traçar para alcançar seus resultados e mensurar o seu progresso. É nessa etapa que vamos definir os principais elementos para um bom conteúdo: a Persona, a definição de objetivos e as KPIs.

Identificando sua persona

Primeiro vamos explicar que persona é diferente de público-alvo! Público-alvo é uma descrição de um potencial grupo de clientes que são definidos, principalmente, por dados demográficos. Já a persona é uma descrição semi-fictícia do que seria o seu cliente ideal.

Esse personagem Semi-fictício é criado a partir de entrevistas aprofundadas com seus clientes mais engajados, essas entrevistas têm por objetivo identificar os  traços em comum que existem entre eles e que devem ser encontrados em clientes futuros.

Ter uma persona bem detalhada permite que você crie ações que são mais atrativas para pessoas que tenham o mesmo perfil, além de conseguir mapear a jornada de compra que é feita pelo seu cliente ideal, criando estratégias para conduzi-lo dentro desse funil.

Definição de objetivos e KPIs

A primeira etapa é saber qual é o objetivo da sua comunicação, educar, encantar, solucionar um problema, etc. Com os objetivos estabelecidos e hora de pensar nas KPIs e nos indicadores-chave de performance. Essa parte deve ser feita com muita atenção, uma vez que as KPIs e os indicadores-chave vão indicar suas métricas e o desempenho do seu conteúdo.

Algumas características de um bom KPI são:

  • Ser importante
  • Ser simples de entender
  • Ser facilmente mensurável
  • Ser capaz de levar à ação positiva

Funil de Vendas 

O funil de vendas é um método que ilustra o processo de vendas desde o momento do primeiro contato  até o momento em que a venda é efetivada. O funil de vendas serve como um filtro para conduzir o seus leads até à conversão.

O funil de vendas serve para identificar em que ponto da jornada da conversão um possível cliente se encontra e quais estratégias deverão ser desenvolvidas para levar esses potenciais clientes  para as próximas etapas até que chegue à decisão de compra.

O Marketing de Conteúdo é uma ferramenta muito eficiente para encurtar o ciclo de vendas, uma vez que, ele se vale de conteúdos relevantes que vão despertar o interesse do público, gerando interação e engajamento para otimizar o processo de vendas deixando ele mais enxuto.

Agora vamos descobrir quais conteúdos para sua IES produzir:

Textos

Os textos são excelentes recursos para uma produção de conteúdo assertiva, aqui você pode explorar blogs, e-books, whitepapers, etc. As produções mais comuns são os blogs dentro dos sites, quando usado da forma correta, esses conteúdos são muito importantes para manter o site bem ranqueado nos buscadores como o Google.

Textos com maior qualidade estão intimamente ligados a maiores quantidades de visitas nos sites. Aposte nas estratégias de SEO para manter seu site no topo das pesquisas do Google.

Vídeos

Pesquisas apontam que 72% dos usuários preferem consumir conteúdos em vídeo, além disso, com esse tipo de conteúdo os usuários retêm 95% das informações, comparadas com 10% do que está em formato de texto. Nas redes sociais, os vídeos geram mais compartilhamentos que imagens com textos.

Infográficos

São conteúdos fáceis de montar e costumam ter  informações mais fáceis de serem compreendidas através de sínteses  gráficas, desenhos, setas, setorizações e demais elementos visuais atrativos.

Podcasts

São conteúdos dinâmicos que podem ser consumidos em vários momentos e situações durante o dia. Geralmente os podcasts conquistam um público fiel e gera um senso de comunidade forte. Além disso, eles possuem um baixo custo de produção.

Conteúdos ricos

São materiais mais aprofundados e especializados como e-books e artigos, por exemplo. Esses materiais são ótimos para gerar sentimento de autoridade em determinados assuntos. São excelentes formas para atrair mais contatos para sua base, uma vez que, esses conteúdos são iscas para superar alguma barreira como o preenchimento de um um formulário de cadastro, por exemplo.

O E-mail Marketing é um dos melhores canais para  uma estratégia de Marketing de Conteúdo. Esse canal é excelente para análise de métricas, uma vez que, você consegue saber com precisão quantas pessoas receberam, abriram e clicaram na sua mensagem. O e-mail marketing também não requer muito investimento, além de estar presente no dia a dia dos seus usuários que os abre diariamente.

Como produzir bons conteúdos



Bom, você já definiu os objetivos e as metas da sua estratégia, você também já conhece a sua persona e a jornada que ela percorre e já tem um planejamento estratégico desses conteúdos e das suas entregas. Agora está na hora de produzir os conteúdos.

Entenda: é fundamental seguir o que definido na etapa de planejamento, assim você consegue produzir conteúdos assertivos, no prazo certo, para  manter uma frequência de criação e distribuição de conteúdo que foi definido na hora de montar a jornada do potencial aluno da sua IES.

Criar bons conteúdos não é rápido e fácil, pelo contrário, requer dedicação, tempo e muito estudo, ou seja, não é algo tão simples, mas, vamos mostrar algumas dicas para tornar essa missão menos trabalhosa:  

Escolha palavras-chave assertivas: São termos e frases que o usuário usa quando vai pesquisar algo na internet. Essas palavras chave podem deixar seu conteúdo bem ranqueado, por isso, pense em como sua persona buscaria por esse conteúdo para escolher as melhores opções.

Tamanho e formato do conteúdo: é importante estar atento ao tamanho e a qualidade do seu conteúdo. Evite textos longos e complicados ou curtos e vazios de informação. O Google tende a favorecer textos mais completos, mas não significa que precisam ser extremamente longos.

Dica: Use formatos diferentes para manter sua audiência engajada, utilize infográficos, podcasts, vídeos e etc. 

Trabalhe a Escaneabilidade: é uma forma de deixar o texto mais atrativo visualmente. Dividir o texto em blocos, usar intertítulos, imagens, trabalhar listas e usar o negrito são boas soluções. Tente usar frases curtas e parágrafos enxutos para criar uma linha de raciocínio descomplicada.

Use técnicas de SEO: o SEO é uma metodologia que otimiza o seu conteúdo nos mecanismos de busca. Um SEO bem feito pode deixar o seu conteúdo no topo das pesquisas, aumentando as chances do seu público acessar a sua página. Para um SEO de sucesso, use sua palavra-chave ao longo do texto, no título e subtítulos; tenha uma URL amigável; faça uma meta-descrição atraente e escolha bem o alt-text da imagem.

Revise: A última, mas não menos importante das etapas. Pelo contrário, revisar os conteúdos é essencial, afinal, textos com muitos erros ortográficos diminuiu sua autoridade e gera uma experiência negativa no leitor.  A revisão deve compreender não só os erros ortográficos, mas também os assuntos e a estrutura do conteúdo.

O Marketing de Conteúdo é um processo complexo, porém, quando bem aplicado, se torna uma estratégia vantajosa. Lembre-se: o Marketing de Conteúdo atua em toda a jornada do potencial aluno, por isso, seus resultados são vistos a longo prazo.

Entretanto, investir nessa estratégia vai estreitar os seus laços com o público-alvo, educar o mercado sobre sua IES e seus serviços e aumentar os seus resultados em retenção e captação. Então, está na hora de colocar em prática e que tal contar com um time de especialistas para cuidar de toda estratégia e produção dos conteúdos da sua IES? 

Atuamos exclusivamente em Instituições de Ensino e somos especialistas em educação. Conhecemos a fundo a jornada do aluno e o processo de escolha da IES. Cuidamos de toda estratégia, produção e execução para sua marca ficar presente na mente do seu aluno através de conteúdos ricos. 

Quer que sua IES retenha e converta mais? Fale com a gente.


Leave A Comment

You must be logged in to post a comment.