Universidade de Hong Kong testa Professores Gerados por IA

Universidade de Hong Kong testa Professores Gerados por IA

Professor substituído por IA em Hong Kong

Gabriela Alencar

14/05/2024

Estudantes da Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong (HKUST) estão vivenciando uma nova era no ensino superior.

Usando fones de ouvido de realidade virtual, estudantes de uma universidade de Hong Kong viajam para um pavilhão acima das nuvens para assistir a um Albert Einstein gerado por IA explicar a teoria dos jogos

Iniciativa da HKUST

A HKUST está à frente da inovação educacional, testando o uso de “professores de IA” em seu curso “Social Media for Creatives”. Este curso é voltado para 30 alunos de pós-graduação e explora tecnologias imersivas e o impacto das plataformas digitais.

O professor Pan Hui, líder do projeto de IA na HKUST, vê essa tecnologia como uma solução para a escassez global de professores. “Os professores de IA podem trazer diversidade, um aspecto interessante e até contar histórias envolventes”, disse Hui à AFP.

Como funciona a tecnologia

Professores são substituídos por IA

Os instrutores gerados por IA são criados a partir de slides de apresentação inseridos em um programa que personaliza a aparência, vozes e gestos dos avatares.

Esses avatares podem ser exibidos em uma tela ou por meio de fones de ouvido de realidade virtual (VR), proporcionando uma experiência de aprendizado imersiva.

O objetivo é complementar o ensino presencial, permitindo que os professores humanos se concentrem em atividades mais complexas e menos repetitivas.

Benefícios e desafios dos professores de IA

O uso de professores de IA apresenta diversos benefícios. Eles podem ser ajustados para atender às preferências individuais dos alunos, tornando o aprendizado mais receptivo e acessível.

Lerry Yang, uma estudante cujo Ph.D. se concentra no metaverso, afirmou que a capacidade de personalizar os professores de IA para parecerem mais acessíveis ajuda a reduzir a sensação de distância entre alunos e instrutores.

No entanto, a tecnologia ainda enfrenta desafios. Os professores de IA não podem interagir diretamente com os alunos ou responder a perguntas em tempo real.

Sinal de alerta: como todos os geradores de conteúdo alimentados por IA, eles podem oferecer respostas incorretas ou até bizarras, conhecidas como “alucinações”.

Em uma pesquisa realizada pela professora Cecilia Chan da Universidade de Hong Kong, a maioria dos estudantes preferiu professores humanos devido à experiência, feedback e empatia que proporcionam. Viva à educação!

O impacto no marketing educacional

Onde tem tecnologia, tem marketing 👀💰

A implementação de professores de IA também tem implicações significativas para o marketing educacional. Faculdades e universidades podem usar essa tecnologia para se diferenciar no mercado educacional, atraindo alunos interessados em inovações tecnológicas e métodos de ensino avançados.


Instituições que adotam tecnologias de ponta podem destacar esses recursos em suas campanhas de marketing, mostrando como estão preparadas para o futuro da educação.

Claro, essa inovação nunca substituirá um professor humano. No entanto, pode ser um recurso interativo em sala de aula, além de ser utilizado para disciplinas optativas ou horas complementares nas Instituições de Ensino Superior (IES).

A tecnologia pode ser usada em campanhas publicitárias, materiais promocionais e tours virtuais, anúncios, proporcionando aos futuros alunos uma visão do ambiente de aprendizado futurista que os espera.

Reações mistas e futuro da tecnologia

Os experimentos com diferentes avatares, incluindo personagens de anime, dividiram opiniões entre os alunos. Christie Pang, estudante de Ph.D. que trabalha com Hui no projeto, disse que enquanto alguns alunos adoraram os avatares, outros não confiavam nas informações fornecidas por eles.

Hui acredita que, no futuro, os professores de IA poderão superar os humanos em termos de confiabilidade, embora ele prefira uma abordagem híbrida que combine os pontos fortes de ambos.

Para agora, a tecnologia ainda está longe de representar uma ameaça séria aos professores humanos. Embora, ela ainda não pode substituir a interação humana e a capacidade de responder perguntas em tempo real.

Como o avanço da tecnologia é inevitável, as instituições de ensino precisam se preparar para integrar essas inovações.

Na HKUST, o aluno Yang resume bem o sentimento geral: “Você simplesmente não pode ir contra o avanço desta tecnologia”.

Conforme as universidades exploram e adotam essas novas ferramentas, a linha entre ensino tradicional e tecnologia continuará a se transformar, trazendo novas oportunidades e desafios para o setor educacional.

CONTE COM A CONTEÚDO EDU

A Conteúdo Edu é uma agência especializada em marketing e vendas para Instituições de Ensino com experiência de mais de 5 anos em Educação. Hoje, ajudamos instituições a conectarem-se com seus alunos. Mas, nossa missão é levar o aprendizado a maior quantidade de pessoas, seja fazendo a promoção publicitária, ministrando aulas ou por meio das novas plataformas que ainda hão de chegar. O nosso conteúdo é a Educação e onde ela estiver um pedaço da nossa contribuição se fará presente. Fale com a gente

© 2024 AFP | Fontes: Clique para ler matéria fonte.

Receba nosso conteúdo em seu e-mail.

🤖 Cora IA: conheça nossa inteligência artificial exclusiva para educação.

Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação.